Muitas vezes somos confrontados com notícias como esta, onde se fala de um alerta de uma cor por parte da Protecção Civil. O que é que isso quer dizer para nós, “comuns mortais”? Nada! Estes alertas são apenas internos, para se saber em que nível de prevenção os meios e as pessoas devem estar, face a determinada situação que poderá vir a ocorrer.

Do site na Autoridade Nacional de Protecção Civil:

Em determinadas condições de risco ou de emergência as organizações integrantes do Sistema Integrado de Operações de Protecção e Socorro (SIOPS) são colocadas em alerta especial. O estado de alerta especial visa intensificar as acções preparatórias para as tarefas de supressão ou minoração das ocorrências, colocando meios humanos e materiais de prevenção em relação ao período de tempo e à área geográfica em que se preveja especial incidência das condições referidas.
O alerta especial compreende os níveis azul, amarelo, laranja e vermelho, progressivos conforme a gravidade da situação e o grau de prontidão que esta exige.

Por isso, senhores jornalistas, parem lá com as cores dos alertas que isso não traz utilidade nenhuma para a população.

E, para ajudar à festa, muitas vezes somos também confrontados com os avisos (embora os jornalistas insistam em chamar também alertas) do Instituto de Meteorologia. E estes sim, são úteis para a população, uma vez que indicam a previsão de situações meteorológicas anormais para as quais a população deve tomar os devidos cuidados.

Anúncios