Continuo sem perceber qual é a lógica de se publicarem sondagens quase diariamente, com percentagens baseadas nas respostas de 450 indivíduos e fazer uma festa sempre que há uma subida/descida de umas decimas. Eu se pegar num dado e o lançar 450 vezes por dia, também vou ter uns gráficos a subir e descer umas decimas por dia.
Além do mais, o que interessa é o número de deputados e não a percentagem de votos e esse número de deputados depende das votações por distrito. Ora, as sondagens dão sempre totais nacionais, que não elucidam em nada sobre a real intenção de voto dos portugueses.

Anúncios